segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Aqui jaz um poema

Fiz outro dia um poema
Que saiu assim na marra
Olhei bem fundo em seus olhos
rasos e disse a ele: - morra.

3 comentários:

  1. Mais do que um poema metalinguístico. É a luta pela constituição do ser poético, do poema em suma, mesmo que este não venha sobreviver nos ideais do projeto do poeta. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. E morrendo, o poema nasceu.
    Beleza, André. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Drummondiando, hein? kkkk Abraço

    ResponderExcluir